05 dezembro 2012

O DESERTO QUE TEMOS QUE ATRAVESSAR



Os "auto-promo-arvorados donos da verdade" que pelo meio evangélico pululam e dizem crer em Deus ao mesmo tempo que patrocinam activamente as chacinas gratuitas no Médio-Oriente, já se apressaram a condenar, quais líderes farisaico-religiosos, a nova obra de William P. Young "A Travessia", autor de uma obra magnífica chamada "A Cabana" e que desde que lida com o "olhos de leitor" perante a obra literária ficcional que é, levará o leitor, obviamente, a gostar ou a não gostar do texto mas só os ignorantes ou, quiçá, os detentores de má-fé esquizóide ou alucinada se atreverão a rotular de "atentado à teologia cristã" seja lá o que for que queiram significar com isso.

Eu, que não tenho qualquer complexo em relação ao que creio e já passei, há muito, a idade dos papões absurdos e sem nexo, estou naturalmente curioso em relação a esta obra. E vou ler. E muito provavelmente irei gostar. Problema deles.


AJV
2012.12.05

Livres

Livres

Jehovah Jireh

Jehovah Jireh

Deus Não Está Morto

Inspiração Bíblica Diária