24 dezembro 2010

A solidão por Consoada



Foram 51 Natais. Foram 51 oportunidades de partilhar. 51 razões para sorrir. Sentir o calor com mais alguém. Mesmo no frio da noite, o “cobertor” da companhia daqueles que nós amamos, que nos amam, trazia conforto. Fazia sentir um aconchego humano que até talvez não tivesse existido no primeiro Natal lá em Belém.


Mas eis-me chegado à 52º Consoada. O Natal da solidão. Sem aquele “cobertor” e tendo por companheira a memória de um ano de perdas. E, a declarada perda de saúde até foi a menos gravosa. No Natal passado julgava poder continuar a gozar, nos seguintes, a presença da mulher da minha vida. Puro engano. Mais tarde, após a ruptura, planeei passar esta noite com minha mãe. Mas, nós pomos e Deus dispõe de nós, dos nossos planos, dos nossos sonhos, e até da nossa solidão. Minha mãe tem o supremo privilégio de neste ano e nos vindouros passar o Natal na presença do aniversariante, tal como meus padrinhos, Júlia e José. Mais um pouco e também eu viverei esse privilégio. Entretanto, resta-me a solidão. Pelo tempo que Deus quiser e permitir. Mas não é uma solidão qualquer. Chamo-lhe solidão acompanhada. Não posso conversar, não posso partilhar, não posso conviver. Mas posso adorá-Lo, falar com Ele, exultar com a Sua Palavra, derramar-me na Sua presença.

É verdade, o Cristão nunca está só.
E nestas quatro solitárias (e solidárias) paredes que me rodeiam, frias, surdas e caladas, tenho, afinal, um Convidado de Honra. A Ele Toda a Glória neste e em todos os Natais. Humanamente, só ou acompanhado, sempre exultante na presença daquele que veio, pela primeira vez, para entregar a Sua vida para me dar vida. Que virá novamente, como prometeu, para estabelecer a plenitude dessa vida e que, entretanto, transforma a solidão do meu Natal na Suprema Alegria da Sua Eterna Presença.



Um dia alguém me disse que eu tinha um olhar triste. Ainda bem que só se nota no olhar.


E amanhã o João Miguel vem aquecer o meu coração.

E depois de amanhã, a Casa de Deus.

Até que habite na Casa do Senhor por longos dias.

Obrigado, Jesus.
Por teres feito meu, o teu Natal!


AV

02 dezembro 2010



"Tenho milhares de defeitos, cometi mais erros do que vocês imaginam, mas a psicologia e a filosofia do Mestre dos Mestres é o meu modelo."


in O Vendedor de Sonhos
Augusto Cury



Livres

Livres

Jehovah Jireh

Jehovah Jireh

Deus Não Está Morto

Inspiração Bíblica Diária