08 setembro 2012

LEVANTEMO-NOS E EDIFIQUEMOS



Pensei em escrever uma CARTA ABERTA ao primeiro-ministro na sequência do seu discurso de ontem em que agravando exponencialmente as medidas de austeridade que continuam a incidir exclusivamente sobre os trabalhadores, acaba de passar uma certidão de óbito à economia portuguesa e, consequentemente, degradar inqualificável e definitivamente as condições de vida da grande maioria do povo deste desgraçado país.

Recuei nessa intenção porque julgo que, como cristão, tenho obrigação de "não dar pérolas a porcos" e só seria digno dessa carta se me merecesse ainda algum respeito para além do institucional a que estou, obviamente, vinculado.

Mas deixo-lhe, ao invés, não as minhas palavras mas as palavras do LIVRO DOS LIVROS na esperança de que as orações que o povo de Deus vem fazendo pelos seus governantes tenham a devida (e divina) resposta.

De qualquer dos modos, este primeiro-ministro tem feito e continua a fazer tudo para que o seu nome fique na história. E vai conseguir. Tal como Hitler, Mussolini ou Salazar.


 «Faz ouvir a tua voz para defender os que não podem falar e os desventurados.
Faz ouvir a tua voz em seu favor e faz justiça aos pobres e miseráveis.» - Provérbios 31:8,9 (BPT)

Ai daqueles que, mesmo de noite, deitados, só planeiam o mal que vão fazer, e, assim que rompe o dia, executam os seus planos maléficos, porque têm o poder nas suas mãos.
Cobiçam terras e apoderam-se delas; cobiçam casas e tomam-nas à força; oprimem os homens e as suas famílias e tomam-lhes as suas propriedades.
Por isso, diz o SENHOR: «Também eu vou planear uma desgraça contra esta gente; nenhum deles conseguirá escapar. Deixarão de andar por aí orgulhosos, porque vai chegar o tempo da vossa desgraça.
E quando chegar esse momento, os outros hão-de cantar pela vossa desgraça, em tom de sátira e também de lamentação: “Estamos completamente arruinados! O SENHOR tirou-nos as nossas terras e deu-as àqueles que nos fizeram prisioneiros.”
Por isso, quando as terras voltarem para a posse do povo do SENHOR, nenhum de vocês será contemplado!» - Miquéias 2:1-5 (BPT)


Um rei que pratica a justiça assegura a prosperidade do país; mas, quando só pensa nos impostos, arruína-o. – Provérbios 29:4 (BPT)



Abel J. Varandas
8 de Setembro de 2012

Livres

Livres

Jehovah Jireh

Jehovah Jireh

Deus Não Está Morto

Inspiração Bíblica Diária