28 março 2010

SOBERBO! IMPERDÍVEL!




O LIVRO DE ELI
(by The Hughes Brothers)

Apesar de uma roupagem já nossa conhecida, e até "estafada", na esteira da saga "MAD MAX", surge uma proposta que encerra uma outra dimensão que nos surpreende.
Se o ponto de partida é imensamente discutível e envolve uma visão pós-apocalíptica catrastofista e pouco (ou nada) biblicamente escatológica (diga-se que seguramente também não seria essa a sua intenção!) e com alguma violência gratuita à mistura, o que também não é nada de novo no género, a mensagem subjacente é a de um Deus Todo-Poderoso que não permite, sob nenhum pretexto, que a Sua Palavra desapareça da face da Terra. O que só vem corroborar aquilo que é um facto histórico e absolutamente comprovável.
É, aí, que surge um filme profundamente inspirado na declaração que encontramos no Evangelho segundo S. MARCOS capítulo 13 e versículo 31 em que as cenas finais só nos podem levar, inevitavelmente, a prestar adoração a um Deus que de uma forma MAJESTOSA preserva a Sua Palavra como demonstração cabal da Sua imensa Graça.

Simplesmente magnífico o epílogo em que Eli declara, depois de "entregar" a Bíblia, como Paulo:
"Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé" .

De realçar para além das excelentes perfomances de Gary Oldman (Carnegie), Mila Kunis (Solara), da presença do consagrado compositor Tom Waits (Engineer) e alguns outros, a soberba interpretação, na linha afinal do que já nos habituou, do talentosíssimo Denzel Washington (Eli) que também co-produz a obra.

Não percam! Especialmente aqueles jovens que , como o meu filho, não tem qualquer apetência por ir à Igreja mas para quem Deus na Sua infinita misericórdia, prepara outras formas, tão do seu agrado, para os alcançar!


Soli Deo Gloria

Livres

Livres

Jehovah Jireh

Jehovah Jireh

Deus Não Está Morto

Inspiração Bíblica Diária