18 janeiro 2015

12 anos depois...




Um dia Deus, farto da insensibilidade de um seu filho, resolveu exercer disciplina. Esse seu filho havia decidido partir da casa do Pai e por-se à estrada para enfrentar a vida sozinho e demonstrar a si próprio que podia ser cristão sem seguir propriamente a Cristo...
Ao fim de quinze anos Deus fartou-se da "brincadeira" e resolveu exercer a Sua autoridade de Pai.
A 18 de Janeiro de 2003 por meio de queda acidental aparentemente sem gravidade mas que se veio a revelar mais incapacitante e grave, Deus viu-se forçado a chamar a atenção desse Seu filho que, por constante e reiterada casmurrice, não parecia ouvir a Sua voz de forma menos eloquente.

E foi assim que há 12 anos atrás eu percebi, como nunca até aí, o mais profundo significado da parábola do filho pródigo.

Perdi o cotovelo direito mas, em troca, ganhei a Paz que advém da plena comunhão com o Pai.
Perdi mobilidade e força? Perdi!
Deixei de praticar o ténis que "adorava"? Deixei!
Mas o que ganhei não se compara ao que perdi! 
Mais uma vez e para sempre agradeço ao Pai por aquele acidente!

..."pois o Senhor disciplina a quem ama, e educa todo aquele a quem recebe como filho”

- Hebreus 12:6 (King James Actualizada)

JdP

Livres

Livres

Jehovah Jireh

Jehovah Jireh

Deus Não Está Morto

Inspiração Bíblica Diária